Parque Natural Municipal do Curió
Visitation, Administration and Surveillance Center
Paracambi, Rio de Janeiro - RJ

​Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO) 2014

Concept Design > Construction Documents

with Vereda Arquitetos

The design of the Conservation Unit is formed by two buildings and a square: the Supervision Center and the main building hosting the Visitors' Center and Administrative Areas. It is part of a greater complex entitled 'Knowledge Factory' which comprises existing technology schools, educational centers for youth and kids, and the client. The Curió's Conservation Unit has two main goals: the conservation of its natural resources and the environmental education for kids, youth and researchers. The architectural and landscape proposals are then structured into the idea of giving visibility to one of the main resources the forest offers: the water, as the first means to disseminate environmental knowledge. The proposed square has a reflecting pool that receives water from the surrounding mountains (in three of its sides) and settles the ambiance of the square as the main space for apprehending the site. The state of Rio de Janeiro is trying to structure a series of conservation units' centers of already existing parks. The Curiós' one is part of this effort and the proposition can work as a model for future units' developments. 

A implantação da Sede do Parque do Curió é de grande importância para que as funções primordiais desta Unidade de Conservação possam ser realizadas em sua totalidade: a manutenção e preservação da natureza e a oportunidade de exploração sustentável dos recursos naturais e culturais pela comunidade. A primeira ação urbano-paisagística proposta tem como objetivo dar visibilidade à enorme produção de água que as florestas oferecem. Propomos um grande espelho d’água - coletor de águas pluviais provindas das áreas altas adjacentes. Importante didaticamente para os pesquisadores e alunos é a percepção do lugar e  a relação que o Centro de Visitantes tem com o parque como um todo. A implantação procurou minimizar o impacto visual da edificação sobre a paisagem dando maior importância para a configuração do lugar. O edifício prevê ventilação cruzada em toda a sua extensão evitando o uso do ar-condicionado em grande parte do ano. A orientação norte-sul também é favorável como orientação solar. O Edifício está elevado do chão em 1,50 metros o que evita quaisquer problemas com o solo muito úmido e por vezes alagadiço. Esta operação de retirar o edifício do chão também produz um espaço generoso e agradável no nível do piso que contempla a área do anexo para as atividades de educação ambiental. No corpo do edifício estão as demais funções do centro de visitantes adjacentes à sede administrativa. O projeto é todo servido por rampas de acessibilidade universal e também de escadas onde necessário. Além do acesso aos pavimentos as rampas também servem como mirante para o vale.

Architecture: João Paulo Meirelles de Faria and Fabiana Araújo (Fábrica Arquitetura). Collaborator: Marcell Alencar
Landscape design: Raul Pereira Paisagismo

Consulting:
Structural and MEP:UNIPROJ
Fire safety:Eduardo Junqueira
Environamental Performance:Joana Gonçalves, Monica Marcondes e Roberta Kronka.
Cost Estimate: ETECE